16 janeiro 2009

Dúvida



Perfilo-me à beira da vida tentando evitar o inevitável. Dobro as esquinas com cuidado evitando as surpresas. Espreito os becos desertos com a esperança de neles ver surgir o (in)esperado. Fujo do confronto, de olhar em frente o que quero não ver mais. Encolho-me no meu canto e escolho a imobilidade pensando assim passar despercebida. A invisibilidade é o que mais pretendo. A instabilidade é o que possuo. A paz é o que procuro mas a desilusão espreita em cada passo. Desilusão. A ilusão desiludida. Instabilidade. Instável estabilidade. Escondo-me do futuro escudada na ilusão, e à beira da vida, aguardo. Imóvel. Salto?

5 comentários:

  1. Salta amori, salta pelas lutas pelas guerras, pelas tristezas que sentimos as vezes, pelos caminhos q custamos mtas vezes a percorrer, no entanto tdo isso torna aquilo que somos no nosso dia-a-dia e nos transforma naquilo que seremos num futuro próximo. Salta pela felicidade da vida, pela honra que temos em seguir um caminho como o nosso,salta pela felicidade momentanea pelas lágrimas de tristeza e as de alegria,salta pelos que tens ctg sp do teu lado para te apoiar, dar a mão e ajudar-te a erguer sp que precisares apenas com um sorriso para te encher um coração. salta pela ppl que és, pelas palavras que saiem directamente do teu coraçao e enchem os de quem leêm as tuas belas palavras e sábias!!!salta que eu salto ctg pela beleza da vida nas ilusões e desilusões que passamos mas que nos tornam o que somos

    ResponderEliminar
  2. Pois El Matador... desde que o escrevi que tento responder à pergunta. Enquanto isso não acontece... vou vivendo, olha...! :D

    ResponderEliminar
  3. rsrsrsrs! Johnny, ponderei essa hipótese. pode ser que o salto seja curto. pode ser que "o outro lado" da vida esteja ansioso pela minha chegada!!

    ResponderEliminar

queria escrever aqui qualquer coisa, mas não sei o quê... por isso não escrevo nada, prontoS! Escreve tu... se queres, o espaço é teu, mesmo...! -.-'

::post it::

::beleza:: (6) ::carolina:: (8) ::imagina só:: (48) ::lala:: (45) ::lala::; dia de cão (2) ::pai natal sim ou não:: (2) ::pró natal:: (8) ...de pensador para pensador... (17) Abismo (3) Absmo (1) Actual (21) actualizações de amigos do facebook (4) Alberto Caeiro (1) aldeias s.o.s. (3) amor (4) amor de mãe (10) aniversário (2) Ano Novo (1) António Feio (1) blogosfera (3) cá dentro é assim (16) casa pia (1) coisas (21) coisas que fazemos com crianças quando não temos nada para fazer (1) condução (4) contos (1) contos de encontro (1) Conversas de Autocarro (1) Curiosamente (12) d'alma (15) desafio (16) desejos (1) dia da mulher (2) dia do pai (1) Diário do Autocarro 462 (1) Efemérides (1) ele há coisas que não lembram nem ao Menino Jesus (6) Elis Regina (1) ensaios (4) escrever (4) estava vazio (1) Estórias (10) Fábrica de Letras (18) Férias (2) festa (6) florbela espanca (1) frio de cão (1) futebol (1) gata Sofia (1) Histórias (6) In...side (10) Jack Johnson (1) joana (1) lapsus memorius (2) letras que saem tipo plim (12) maggie (1) Martinho da Vila (3) merdas (5) mundo (1) música (6) natureza (7) NHC (2) nós os pretos (1) O dia em pensamentos... (6) Oriflame (1) Paixão (1) português (4) Preconceito (1) preguiça doce preguiça (4) Profissionalismos (2) recordações (1) Religião e Espiritualidade (9) selos/prémios (2) sérgio desaparecido (2) sexo (1) silencio (1) Sou Criança (7) super blog awards (2) tema livre (1) trânsito (3) Transparência (1) Túlipas de Amorizade (5) Velhice (2) xutos (2) Zélio Fernandino de Moraes (1)