03 novembro 2010

Conjuga o teu verbo

Ama. Sorri. Brinca. Ama. Escreve. Descobre. Ama. Come. Dorme. Arrota. Puxa. Liberta. Ama. Sonha. Vibra.  Aperta. Cruza. Leva. Anda. Brinca. Fecha. Coça. Curte. Desaparece. Ama. Pula. Canta. Corre. Inventa. Desorganiza. Escolhe. Melhora. Acredita. Vence. Teima. Joga.  transparencia2Brinca. Salta. Fala. Esquece. Molha. Bebe. Canta. Cheira. Vomita. Rasga. Ri. Deixa. Veste. Sai. Come. Encontra. Arranja. Gasta. Ama. Lava. Pensa. Parte. Atreve-te. Diverte-te. Sonha. Voa. Cresce. Mergulha. Ajuda. Mostra. Cai. Senta. Deita. Enrola-te. Lê. Bate. Ama. Liga. Brinca. Compra. Agarra. Fantasia. Cria. Compreende. Simplifica. Conversa. Ouve. Chora. Foge. Trabalha. Corre. Rebola. Adormece. Junta. Canta. Dança. Sonha. Descansa. Pinta. Anseia. Ama. Beija. Sorri. Imagina. Observa. Toca. Come. Dorme. Faz. Triunfa. Agradece. Responde.


Sê transparente. Mostra-te como és.  
“Preciso que me digas os três primeiros verbos que te vêm à cabeça”. Foi a mensagem que enviei a alguns amigos que, mesmo sem saberem porquê, me responderam. Para que não se torne muito confuso, as palavras escritas com cores são as enviadas por eles e as que estão a preto foram surgindo na ponta dos meus dedos.
Muitos falam em “Amar” e não será por acaso. Não será o amor a base de todas as nossas acções? Não será o amor o mais importante para todos nós? Não há nada que possamos fazer bem que não tenha uma pitada de amor.
Com a transparência também funciona assim.
Faz de ti aquilo que entenderes. Sorri para o mundo.
Deixa passar por entre ti mesmo tudo o que mais aprecias e tudo o que denuncias. Age com amor e transparência e conjugarás os verbos em ti mesmo… nos tempos que quiseres. Sê feliz.

Participação transparente no desafio do mês de Novembro da Fábrica de Letras, sob o tema “Transparência”
Agradecimentos:
Carolina, Sílvia, Sara, Clara V., Rita V., Sérgio, Rita S., Magda, Flora, Xaninha, Pedro, Mónica, Benvinda, Xana, Carina, Marcelo Clara F. e Verónica.
Obrigada a todos por terem “participado”!

29 comentários:

  1. Gosto do "faz", parece-me bem. Acho que nos vamos arrepender muito mais do que não fizemos do que daquilo que fizemos.

    Do "ama" já não gosto tanto, porque é muito vago na sua abrangência total... mas compreende-se. Dá para a família, dá para os amigos, dá para o sexo e tal.

    ResponderEliminar
  2. Maravilhosa tua inspiração! Adorei!beijos,chica

    ResponderEliminar
  3. Uau que original, adorei querida Lala! bjs

    ResponderEliminar
  4. Johnny, o "ama" dá para tudo! Mas o "faz" é muito muito bom!

    ResponderEliminar
  5. Muito giro D. Lala.
    Olha eu que sou uma parva gosto muito do sonha, mas também gosto muito do come, que é assim uma coisa muito abrangente...
    Beijo grande

    ResponderEliminar
  6. Que forma original de participar: utilizando só verbos e pedindo também a participação de amigos.
    Parabéns.

    ;))

    ResponderEliminar
  7. SEM PITADA DE AMOR,SEM PAIXÃO E ENTREGA...SEM ENTUSIASMO...QUE INTERESSE TEM?

    PARA MIM SER TRANSPARENTE É SER EXACTAMENTE UM VITRAL...POR ISSO ADORO A ARTE DO VITRAL.

    BEIJINHOS

    ResponderEliminar
  8. Mel, parva? Então somos duas! Pois... Comer também é bom!;)
    Beijinho**

    ResponderEliminar
  9. Acho que de transparência todos percebemos um pouco. o facto é que cada trio de verbos enviado pelos meus amigos, tem mesmo a ver com eles!
    Obrigada, beijinhos**

    ResponderEliminar
  10. Oh AR... Assim deixas-me envergonhada... obrigada!
    Beijinhos** ;)

    ResponderEliminar
  11. Pedras Nuas, colorido, mas transparente! como os verbos que me enviaram ;)
    Beijinhos**

    ResponderEliminar
  12. A transparência de nossos ideias é tudo de bom.
    O amor a vida tem que ser vivida assim...Simplesmente com as transparências de nossas açoes.
    Estamos aqui. http://sandrarandrade7.blogspot.com/2010/11/trnsparencia-dos-sentimentos.html
    Carinhosamente,
    Sandra

    ResponderEliminar
  13. Excelente... Quando pedimos aos nossos amigos que digam qualquer coisa, e somos nós a pedir, eles têm a tendência de dizer sempre algo que tenha que ver connosco...

    Essa é a verdadeira transparência: a AMIZADE... Se verdadeira podemos ser verdadeiramente transparentes pois eles não criticam. Aceitam-nos como somos.

    Irei voltar muito em breve.

    ResponderEliminar
  14. Maluco do Costume, tens razão e tocaste no ponto fulcral da intenção deste post. Todas as pessoas quando são surpreendidas, são sinceras e transparentes, sem dúvida!
    Obrigada por teres passado... volta sempre que quiseres... há sempre uma colherzinha de sopa para mais um!! ;)

    ResponderEliminar
  15. ...Um pouco atrasado,mas cheguei...ainda a tempo de te dar os parabéns pelo o inédito do post...muito bom,muito mesmo!

    Parabéns

    Bj*

    ResponderEliminar
  16. ...brinca, sorri, canta.

    adorei a ideia :)

    um beijinho...

    ResponderEliminar
  17. Amar. Sorrir. Imaginar.
    Parabéns pela ideia original.
    Gostei imenso, vou voltar!

    ResponderEliminar
  18. Vitor: a esta casa nunca vens atrasado. Vens sempre a tempo de tomar uma colher de sopa!! Às vezes ser feliz e transparente é tão simples quanto conjugar um verbo! ;) Obrigada (com os teus elogios, às vezes até me deixas sem jeito nenhum, pá!)

    ResponderEliminar
  19. Caminhante: obrigada por voltares! Brincar, sorrir e cantar... verbos conjugados em harmonia! Gosto deles!
    bjs

    ResponderEliminar
  20. myosul: Sê bem vinda a esta casa! Amar, sorrir e imaginar... faz parte da essência de alguns, não é?

    ResponderEliminar
  21. Sonhar, Rir, Hesitar... Fazem parte de nós, mesmo o hesitar... se hesitas, pensas... o pior é quando pensamos demais e deixamos de agir por causa disso! Sonhar e Rir lavam a alma!
    Obrigada!
    Bjs!

    ResponderEliminar
  22. Ama. Sonha. Descobre. Estas são as que escolhi. Não consigo viver sem amor, sem sonhos e sem descobrir. Beijinhos

    ResponderEliminar

queria escrever aqui qualquer coisa, mas não sei o quê... por isso não escrevo nada, prontoS! Escreve tu... se queres, o espaço é teu, mesmo...! -.-'

::post it::

::beleza:: (6) ::carolina:: (8) ::imagina só:: (48) ::lala:: (45) ::lala::; dia de cão (2) ::pai natal sim ou não:: (2) ::pró natal:: (8) ...de pensador para pensador... (17) Abismo (3) Absmo (1) Actual (21) actualizações de amigos do facebook (4) Alberto Caeiro (1) aldeias s.o.s. (3) amor (4) amor de mãe (10) aniversário (2) Ano Novo (1) António Feio (1) blogosfera (3) cá dentro é assim (16) casa pia (1) coisas (21) coisas que fazemos com crianças quando não temos nada para fazer (1) condução (4) contos (1) contos de encontro (1) Conversas de Autocarro (1) Curiosamente (12) d'alma (15) desafio (16) desejos (1) dia da mulher (2) dia do pai (1) Diário do Autocarro 462 (1) Efemérides (1) ele há coisas que não lembram nem ao Menino Jesus (6) Elis Regina (1) ensaios (4) escrever (4) estava vazio (1) Estórias (10) Fábrica de Letras (18) Férias (2) festa (6) florbela espanca (1) frio de cão (1) futebol (1) gata Sofia (1) Histórias (6) In...side (10) Jack Johnson (1) joana (1) lapsus memorius (2) letras que saem tipo plim (12) maggie (1) Martinho da Vila (3) merdas (5) mundo (1) música (6) natureza (7) NHC (2) nós os pretos (1) O dia em pensamentos... (6) Oriflame (1) Paixão (1) português (4) Preconceito (1) preguiça doce preguiça (4) Profissionalismos (2) recordações (1) Religião e Espiritualidade (9) selos/prémios (2) sérgio desaparecido (2) sexo (1) silencio (1) Sou Criança (7) super blog awards (2) tema livre (1) trânsito (3) Transparência (1) Túlipas de Amorizade (5) Velhice (2) xutos (2) Zélio Fernandino de Moraes (1)