09 janeiro 2011

entre mãe e filha às vezes é assim #4

Eu: Ó filha, sabes o que é preconceito?
Carol: Preconceito? Porquê?
Eu: Nada de especial... eu é que gostava de saber se tu sabes o que é...
Carol: Duhhhh, então isso é tipo discriminação...!
Eu: Ahhhhhhhhhhhh...! Discriminação? Então e isso é o quê??
Carol: Ó mãe, por amor à santa!! Então, isso é discriminar! Queres que te explique melhor? É fácil. É tipo uma forma de descreveres as pessoas como tu queres e não como elas são. Percebeste?
Eu: Percebi :o

Preconceito no desafio do mês de Janeiro da Fábrica de Letras

31 comentários:

  1. Pinguim, já viste? E ainda me arrisco a que ela me venha fazer um desenho :)
    Bjinhos*

    ResponderEliminar
  2. Ficou DEZ! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  3. E não é que a miúda está cheia de razão? É que é isso mesmo. O não admitirmos que possa haver pessoas diferentes de nós! beijocas

    ResponderEliminar
  4. A mania dos miúdos que pensam que têm sempre razão... e tÊm mesmo!

    ResponderEliminar
  5. Bela,
    As crianças simplificam tudo... E, sabes? Entendi aquele "percebeste?" como: "vocês adultos são tão complicados..." :)

    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Johnny,
    E demonstram-no de forma tão simples e tão... básica...
    Eu não sabia o que havia de escrever, nem como ia "dar a volta" ao Preconceito... por isso é que lhe perguntei... et voilá!! :)
    Beijo*

    ResponderEliminar
  7. Boa! Aí está uma criança, tipo, sem preconceito - digo - sem papas na língua. :)

    ResponderEliminar
  8. Vida de mãe também é saber ensinar aos filhos conceitos complicados. Bjs.

    ResponderEliminar
  9. Desejo que seu dia,seja iluminado pela essência Divina,com Boas Energias Sempre!
    Abraços
    Mari

    ResponderEliminar
  10. Lindo! É que sabe mesmo, é mesmo isso! Beijinho

    ResponderEliminar
  11. É Luísa parece que sim :). Pelo menos sabe o que é!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Caty, é tudo o que tento fazer. Vou querer orgulhar-me dela e de mim mesma também!
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  13. Mz,
    Não me posso queixar :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  14. Tulipa,
    E explicadinho de uma forma tão simples assim :)

    beijinhos*

    ResponderEliminar
  15. É tipo "toma e embrulha" lol
    A tua cachopa tem "nervo", parabéns!

    ResponderEliminar
  16. Cat,
    'mai nada! É... dá pra esperta :)

    ResponderEliminar
  17. Lala,tu és inteligente...mas a tua filha tem tudo isso,e muito mais...é espertíssima :-)...e quem sai aos seus não degenera. Bjo

    ResponderEliminar
  18. É o que se chama,uma filha sempreconceitos.

    Beijos

    ResponderEliminar
  19. Ehhhhh Vitor! Obrigada :)
    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  20. akitoueu, parece que sim... mas deixa lá que ninguém está livre... a sociedade em que vivemos encarrega-se de lhes impingir preconceitos... eu já fico muito feliz só por saber que ela pelo menos sabe o que é!
    Obrigada pela visita :)
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  21. inteligentemente certeira essa resposta ;)

    ResponderEliminar
  22. É verdade Otário... as crianças de hoje sabem que se fartam!!! e nós, adultos achamos sempre que os conseguimos surpreender... ;)

    Obrigada, beijinho*

    ResponderEliminar
  23. Gostei da sábia definição!

    Parabéns pela participação e pela inspiração!

    Abraços renovados!

    ResponderEliminar
  24. Essa calou-te. A garota descreveu facilmente a palavra, melhor do que eu teria descrito. Beijinhos

    ResponderEliminar

queria escrever aqui qualquer coisa, mas não sei o quê... por isso não escrevo nada, prontoS! Escreve tu... se queres, o espaço é teu, mesmo...! -.-'

::post it::

::beleza:: (6) ::carolina:: (8) ::imagina só:: (48) ::lala:: (45) ::lala::; dia de cão (2) ::pai natal sim ou não:: (2) ::pró natal:: (8) ...de pensador para pensador... (17) Abismo (3) Absmo (1) Actual (21) actualizações de amigos do facebook (4) Alberto Caeiro (1) aldeias s.o.s. (3) amor (4) amor de mãe (10) aniversário (2) Ano Novo (1) António Feio (1) blogosfera (3) cá dentro é assim (16) casa pia (1) coisas (21) coisas que fazemos com crianças quando não temos nada para fazer (1) condução (4) contos (1) contos de encontro (1) Conversas de Autocarro (1) Curiosamente (12) d'alma (15) desafio (16) desejos (1) dia da mulher (2) dia do pai (1) Diário do Autocarro 462 (1) Efemérides (1) ele há coisas que não lembram nem ao Menino Jesus (6) Elis Regina (1) ensaios (4) escrever (4) estava vazio (1) Estórias (10) Fábrica de Letras (18) Férias (2) festa (6) florbela espanca (1) frio de cão (1) futebol (1) gata Sofia (1) Histórias (6) In...side (10) Jack Johnson (1) joana (1) lapsus memorius (2) letras que saem tipo plim (12) maggie (1) Martinho da Vila (3) merdas (5) mundo (1) música (6) natureza (7) NHC (2) nós os pretos (1) O dia em pensamentos... (6) Oriflame (1) Paixão (1) português (4) Preconceito (1) preguiça doce preguiça (4) Profissionalismos (2) recordações (1) Religião e Espiritualidade (9) selos/prémios (2) sérgio desaparecido (2) sexo (1) silencio (1) Sou Criança (7) super blog awards (2) tema livre (1) trânsito (3) Transparência (1) Túlipas de Amorizade (5) Velhice (2) xutos (2) Zélio Fernandino de Moraes (1)