08 março 2010

Dia Internacional da Mulher - versão lamechas (não obstante pura e verdadeiramente sentida)



recebi de um amigo por email. aqui o repasso para todas nós...


Mulher...

Que traz beleza e luz aos dias mais difíceis
Que divide sua alma
em duas
Para carregar tamanha sensibilidade e força
Que ganha o mundo com sua coragem
Que traz paixão no olhar
Mulher,
Que luta pelos seus ideais,
Que dá a vida pela sua família
Mulher
Que ama incondicionalmente
Que se arruma, se perfuma
Que vence o cansaço
Mulher,
Que chora e que ri
Mulher que sonha...

Tantas Mulheres, belezas únicas, vivas,
Cheias de mistérios e encanto!
Mulheres que deveriam ser lembradas, amadas
, admiradas todos os dias...

Para ti, Mulher tão especial...

Feliz Dia Internacional da Mulher!
::lala::

15 comentários:

  1. Feliz dia internacional da Mulher!

    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  2. Ooooohhhhhhhh! Agora é que eu percebi!!! Caramba, Bela... O_o desculpa!! Eu confundo-te sempre com a Tulipa! Não sei porquê... Xiça! E só agora que a Tulipa escreveu é que percebi o engano! Belita... Obrigada! Beijinhos!!!

    ResponderEliminar
  3. Tulipa, ainda bem que aqui vieste e deste pelo meu erro! Eu propriamente não estava a pensar em ti... mas deve ter sido algo lá no meu subconsciente... É que vá-se lá saber porquê, eu confundo-vos sempre. só que normalmente dou conta do erro antes de soltar o comentário!!

    Feliz dia! Obrigada, Tulipa!

    beijinhos**

    ResponderEliminar
  4. Lala, também recebi este poema... igualzinho!

    Que este dia seja lembrado para que ninguém esqueça o quanto a mulher teve de lutar para conseguir regalias equiparadas ao homem, e ainda assim muito longe da igualdade.

    beijinhos e Feliz dia!

    ResponderEliminar
  5. bem bonito, sim... por isso é que quis aqui partilhá-lo com todos!!

    Beijinhos MZ!

    ResponderEliminar
  6. Muito bonito, Lala! Feliz dia com M GRANDE!

    Beijinho:)

    ResponderEliminar
  7. Obrigada Helga! É dedicado a todAs!!

    Feliz dia!
    Beijinho**

    ResponderEliminar
  8. Lindo poema. A mulher é mesmo um ser super, com uma capacidade enorme para amar e suportar a multiplicidade da vida.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. A multiplicidade da vida.. essa é que é essa!! Sempre prontas para tudo e mais que prontas, aptas!!

    Beijinho grande!

    ResponderEliminar
  10. Não concordo nada com o "Dia Internacional da Mulher", pois o acho em si próprio discriminatório; porquê um dia - um só dia?

    ResponderEliminar
  11. Cheguei no day after...Concordo com o Pinguim. A mera ideia de haver um dia para a mulher... é assim, tipo, toma lá qualquer coisinha ( e não chateies muito)... Pode dizer-se que é uma forma de a homenagear... mas a quem especificamente? Eu não concordo com generalizações de espécie nenhuma e até evitei fazer referência ao assunto, porque não me diz nada!! Mulheres?? rrsss. sou um pouco esquesita, admito...mas é o mesmo que dizer "eu adoro crianças" Detesto esta frase!!!!!!! As crianças, têm personalidades próprias...umas são adoráveis, outras nem pos isso!! rrsssss Que manifesto estou aqui a fazer... é como as cotas no parlamento...sou totalmente contra ... e outras do género... Acho piada que os homesn falam muito das mulheres e das suas virtudes neste dia... e depois é o que se vê ... e se alterassem mesmo o facto e não haver igualdade no trabalho... ora isso sim, era reconhecer a mulher dignamente... assim...um dia Internacional, é fácil (e barato...)De qualquer maneira, rrrssss (depois disto tudo, mandas-me às uryigs..), obrigada pelo carinho, sentido ao nos dedicares o poema(isso é o que interessa!! ) Um grande beijinho Lala!

    ResponderEliminar
  12. lol! Quando cheguei para deixar um comentário vi o teu agradecimento ;) pensei, ups, adivinha! ;) beijinho

    ResponderEliminar

queria escrever aqui qualquer coisa, mas não sei o quê... por isso não escrevo nada, prontoS! Escreve tu... se queres, o espaço é teu, mesmo...! -.-'

::post it::

::beleza:: (6) ::carolina:: (8) ::imagina só:: (48) ::lala:: (45) ::lala::; dia de cão (2) ::pai natal sim ou não:: (2) ::pró natal:: (8) ...de pensador para pensador... (17) Abismo (3) Absmo (1) Actual (21) actualizações de amigos do facebook (4) Alberto Caeiro (1) aldeias s.o.s. (3) amor (4) amor de mãe (10) aniversário (2) Ano Novo (1) António Feio (1) blogosfera (3) cá dentro é assim (16) casa pia (1) coisas (21) coisas que fazemos com crianças quando não temos nada para fazer (1) condução (4) contos (1) contos de encontro (1) Conversas de Autocarro (1) Curiosamente (12) d'alma (15) desafio (16) desejos (1) dia da mulher (2) dia do pai (1) Diário do Autocarro 462 (1) Efemérides (1) ele há coisas que não lembram nem ao Menino Jesus (6) Elis Regina (1) ensaios (4) escrever (4) estava vazio (1) Estórias (10) Fábrica de Letras (18) Férias (2) festa (6) florbela espanca (1) frio de cão (1) futebol (1) gata Sofia (1) Histórias (6) In...side (10) Jack Johnson (1) joana (1) lapsus memorius (2) letras que saem tipo plim (12) maggie (1) Martinho da Vila (3) merdas (5) mundo (1) música (6) natureza (7) NHC (2) nós os pretos (1) O dia em pensamentos... (6) Oriflame (1) Paixão (1) português (4) Preconceito (1) preguiça doce preguiça (4) Profissionalismos (2) recordações (1) Religião e Espiritualidade (9) selos/prémios (2) sérgio desaparecido (2) sexo (1) silencio (1) Sou Criança (7) super blog awards (2) tema livre (1) trânsito (3) Transparência (1) Túlipas de Amorizade (5) Velhice (2) xutos (2) Zélio Fernandino de Moraes (1)